Ponto de Interrogação - Parte 2.




Hoje o vazio bateu mais forte. Como se àquele buraco que estava no meu peito estivesse cada vez mais fundo - tenho medo disso - queria que passasse. Não é fácil.

Não há definição concreta para o vazio, mas há alguns pontos que podem ajudar você à entender como é senti-lo; O vazio é horrível, você tenta se distrair ouvindo música, lendo, escrevendo, conversando com amigas(os) mas nada tira da sua cabeça o foco principal. O vazio é algo tão ruim. É a mesma sensação de estar rodeado de pessoas, e mesmo assim se sentir sozinha.

Hoje tive um sonho - daqueles bem repentinos quando estava no ônibus voltando do trabalho para casa - foi algo estranho, no sonho estava tudo tão embaçado, você estava lá... Não te via muito bem, mas estava.

É tão difícil quando queremos muito algo na vida, e por algum motivo não podemos dar um passo à frente. Não entendo, mas queria entender. Difícil, porém... Acho que quando você tem um sentimento, ele enfrenta qualquer barreira, dificuldade, olhar mal, e tudo àquilo que te impede de ser feliz. Não sei bem o porquê de escrever tudo isso, pois bem, mente é uma coisa meio louca mesmo, então escrevo.

Se sentir sozinha em meio à tantas pessoas pode definir um pouco do que é o vazio. Àquela sensação de "Falta alguma coisa!", "Falta àquela pecinha" - a tal, que eu sempre digo.

Vazio existencial. Que passe logo. Que tenha chegado apenas para dar um oi rápido e logo vá embora. É um vazio ruim. Cabe um monte de coisa, mas nenhuma se encaixa.




Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 Comentários:

Postar um comentário